Transtorno de personalidade borderline é caracterizado por um padrão de instabilidade das relações interpessoais, da auto-imagem e dos afetos e de impulsividade acentuada.

Tentam de tudo para evitar um abandono real ou imaginado.
Seus relacionamentos são instáveis e intensos.
Instabilidade acentuada e persistente da autoimagem ou da percepção de si mesmo.
Potencialmente autodestrutivas (exemplos: gastos, sexos, abuso de substâncias, direção irresponsável, compulsão alimentar).
Recorrência de comportamento, gestos ou ameaças suicidas ou de comportamento automutilante.
Sentimentos crônicos de vazio.
Raiva intensa e inapropriada ou dificuldade em controlá-la.
Padrão de sabotagem pessoal no momento em que uma meta está para ser atingida.
Em momentos de estresse podem desenvolver sintomas semelhantes à psicose.
Perdas de emprego recorrente, interrupção da educação e separação são comuns.

É comum apresentarem outros transtornos mentais associados, como transtornos depressivo e bipolar, transtornos de ansiedade, distúrbios alimentares e abuso de substâncias.

O transtorno de personalidade borderline traz um sofrimento imenso para o indivíduo e seus familiares, sendo assim, necessário o acompanhamento com psiquiatra e psicólogo afim de realizar o tratamento correto.